História de Paraisópolis

O primeiro núcleo de povoação se originou da Bandeira de Gaspar Vaz da Cunha, que partiu de Taubaté, subindo a Serra da Mantiqueira à procura de Ouro, no início do Século XVIII. Não encontrando aqui Indícios de ouro, juntaram-se os membros da Bandeira e os mineradores para a exploração de lavoura e pecuária, originando o povoado que se chamaria Campo de Lima.

Em 22 de outubro de 1827, Dom Pedro I concede o Alvará para a construção da Capela de São José e instalação da Freguesia de São José das Formigas, como passa a se chamar o povoado.

O território de Paraisópolis pertenceu a Pouso Alegre, do qual se desmembrou em 1872, elevado a categoria de Vila, com instalação solene em 25 de janeiro de 1873. A elevação à categoria de Cidade e sede de município aconteceu em 24 de dezembro de 1874, com a denominação de São José do Paraíso. O nome São José do Paraíso perdurou por muitos anos, e, finalmente, em 15 de novembro de 1914, passa a se chamar Paraisópolis.