Notícias e Informativos

Reunião entre municípios aborda o pronto socorro de Paraisópolis

  • Fonte: Assessoria de Comunicação
  • Publicado em: 07/03/2018
  • Assunto: Saúde

Uma reunião entre os municípios de Paraisópolis, Consolação, Gonçalves, Brazópolis, Conceição dos Ouros e Sapucaí - Mirim discutiu as dificuldades em manter o pronto socorro de Paraisópolis, os custos e a contratação de um médico pediatra.

LEIA TAMBÉM: 17 lotes do Município serão vendidos em abril

O encontro aconteceu na manhã de sexta-feira, 02 de março, na Prefeitura de Paraisópolis. Além do prefeito Sérgio Bizarria, estiveram presentes o presidente da Câmara de Vereadores de Paraisópolis, Antônio Milton Cardoso, o provedor do Hospital Frei Caetano, Ramiro Olívio Giacomeli, o diretor do Departamento de Saúde de Paraisópolis, Alex Ferreira, os prefeitos de Consolação, Maurílio Robson Marques, e de Gonçalves, Luiz Rosa. Brazópolis, Conceição dos Ouros e Sapucaí – Mirim foram representados pelos secretários de Saúde.

Atualmente, o pronto socorro do Hospital Frei Caetano e Maternidade Santa Tereza é mantido pelos municípios de Paraisópolis, que arca com 75% dos custos, Gonçalves (15%) e Consolação (10%). Na reunião, o prefeito Sérgio Bizarria abordou a viabilidade de Brazópolis, Conceição dos Ouros e Sapucaí – Mirim também fazerem parte deste convênio de custeio.

Mensalmente, a Prefeitura de Paraisópolis gasta cerca de R$ 146 mil com o pronto socorro. O Governo do Estado deveria repassar R$ 40 mil mensais de incentivos referentes à Rede de Resposta de Urgência e Emergência. Entretanto, desde de 2017, o valor não é pago pontualmente e, no momento, está com atraso de dois meses (R$ 80 mil).

Curta a página da Prefeitura de Paraisópolis no Facebook
Facebook.com/PrefeituraDeParaisopolis