Notícias e Informativos

Com calote aplicado pelo Governo do Minas, Executivo de Paraisópolis toma medidas para a contenção de gastos nos setores Administrativos

  • Fonte: Assessoria de Comunicação
  • Publicado em: 31/10/2018
  • Assunto: Governo

A dívida milionária do Governo de Minas com Paraisópolis instalou uma crise no município. Devido ao rombo de mais de R$ 4 milhões, o Executivo está com dificuldades para honrar os seus vencimentos e toma todas as medidas para que a população não seja afetada. A prestação de serviços básicos está mantida como, por exemplo, o Tratamento Fora do Domicílio (TFD), o transporte para tratamentos de oncologia e hemodiálise. LEIA AQUI A REPORTAGEM NO SITE DO G1.

LEIA MAIS: Partidas da segunda fase da Taça Minas – São Paulo de Futebol de Campo estão definidas

As medidas contidas no Decreto 3.228 começam a valer em 1º de novembro. Entre elas, estão a diminuição de carga horária dos serviços administrativos no Paço Municipal e nos departamentos de Saúde e Educação. Nesses locais, o expediente acontecerá de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas.

Além disso, foram criadas metas de redução de consumo de energia elétrica, telefone fixo e móvel, redução no consumo de combustível, material de expediente e a revisão de todos os contratos de locação. Acontecerá também a diminuição na folha de pagamento com a dispensa de servidores contratados e comissionados.

Outro artigo do Decreto suspende as despesas de investimentos, ressalvadas aquelas cujos processos já estejam em andamento. Também estão suspensas a concessão de férias prêmio, novas cessões de servidores públicos para órgãos federais ou estaduais com ônus para o município, fazer uso da frota de veículos municipal nos finais de semana e dias considerados feriados nacionais ou municipais, bem como após as 18 horas, a realização de horas-extras aos servidores públicos, entre outros.

Outro ponto foi a criação da Comissão de Controle e Redução dos Gastos Públicos. Essa comissão gerenciará e acompanhará todas as despesas do município.

Dívida bilionária

De acordo com a Associação Mineira dos Municípios (AMM) a dívida do Governo de Minas com os municípios do Estado chega a mais de R$ 9,4 bilhões.

Até o dia 23 de outubro, a valor do calote junto a Paraisópolis era de R$ 4.150.967,91.

Curta a página da Prefeitura de Paraisópolis no Facebook
Facebook.com/PrefeituraDeParaisopolis